Radiação Azul

Hoje em dia passamos muitas horas em frente aos dispositivos eletrónicos com ecrãs que emitem uma proporção de luz azul muito maior que a emitida pelo Sol, com a qual nossos olhos adaptaram-se evolutivamente. O excesso de luz azul é potencialmente nocivo e deve ser filtrado adequadamente. Não tomar essa medida de precaução, pode ocasionar o aparecimento de sintomas tais como fadiga e cansaço visual. Além disso, de causar efeitos fototóxicos de carácter cumulativos na retina e no cristalino.

Como isso pode afetar os olhos

Para além disso, é sabido que a luz azul influência a hormona que regula o sono, a melatonina, pelo que horas em excesso de exposição à luz azul antes de adormecer pode causar alterações dos ciclos de sono.

Produtos que nos protegem